AMEE envia carta ao Governador Romeu Zema com sugestões de medidas para o setor de eventos

Atualizado: Mar 27

Associação busca alternativas para vencer crise que impacta diretamente o mercado de eventos e entretenimento


Após o recente adiamento e cancelamento de eventos, devido à pandemida do COVID-19 (coronavírus) empresas a profissionais que atuam na área da cultura e entretenimento viram suas receitas despencarem.


Diante disso, a Associação Mineira de Eventos e Entretenimento (AMEE) está em busca de diálogos para amenizar o impacto das medidas de prevenção da doença, para o mercado. A primeira ação da entidade foi levantar as demandas dos profissionais de eventos para entender quais são as necessidades mais urgentes. Com isso, uma carta com sugestões de medidas que podem ser tomadas pelo Governo de Minas foi encaminhada ao Governador Romeu Zema. Nos pedidos constam tópicos referentes à Lei Estadual de Incentivo à Cultura, como, agilidade nos processos e aumento no percentual de renúncia fiscal. Além disso, a AMEE pede que sejam criadas linhas de crédito especiais para ajudar a reparar o setor e, por fim, a extinção da taxa de análise e vistoria do Corpo de Bombeiros por 12 meses.


Confira a carta enviada ao Governador, na íntegra:






57 visualizações

© Associação Mineira de Eventos e Entretenimento 2020 | Layout Mariana Viana